1.6.07

coisas de pais e mães


"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos" repondendo a um Meme feita pela Tâ há um tempo atrás...Hoje acordei a pensar na felicidade que me invade desde o momento em que a Laura foi concebida...Acho que nasci para ser mãe lol, posso dizer em alto e bom tom que sou feliz. Feliz pelos sorrisos com que sou contemplada diariamente, há um tempo atrás troquei emails com o pai de umanodeti.blogspot.com e não posso deixar de partilhar convosco os nossos emails...
Bom dia papá, Delicio-me a ler o teu blog vezes sem fim, imprimi o 1º que escreveste e deleito-me a lê-lo antes de me deitar, como se de um romance se tratasse. Tal como tu, também sou mãe de primeira viagem, mas confesso que não consigo transpor o que me vai na alma tão bem como tu o fazes. Ainda ontem à noite estava a ler quando o teu filho tinha 8 meses (a minha vai fazer sete), os receios e as incertezas de qualquer pai retratados minuciosamente, os teus receios, que também são meus e de muitos pais por ai fora. Ainda hoje, acordei cedíssimo e acordei-a para levá-la á ama, aquele sorriso, sem nunca reclamar aquele acordar estremunhado, tirou-me do sério e fez-me acreditar que a vida tem sentido... ao deixá-la na ama e ao conduzir para o trabalho questionava-me quantos e quantos pais não estarão a fazer exactamente a mesma coisa, com a cabeça repleta de dúvidas e incertezas...e esta sim é uma missão sem fim, mas não te quero aborrecer com os meus pensamentos devaneios, queria sim saber se continuaste a escrever após o segundo aniversário do teu filho...sei que faz três anos este mês no dia 31 e adoraria saber o que se tem passado, mas calculo que não tenhas escrito mais, ou pelo menos tenhas decidido nao publicá-lo. Já alguma vez pensaste em publicar o que tens escrito?"
"Olá Titta, Começo mesmo por agradecer o mail e o gosto pelo que fui escrevendo sobre o meu filhote. Por vezes, também eu volto ao blog, quase às escondidas e leio,releio um pouco de todo aquele tempo que aos poucos vai perdendo a definição dos contornos, a vivacidade das cores. O meu filhote, felizmente, tem-me premiado com inúmeros momentos fantásticos. Os dias passam e não são todos iguais. Os pequenos momentos surpreendem-nos com a beleza, a intensidade, a surpresa, o espanto próprio de ver uma criançacrescer e sorrir-nos, questionar-nos. É incrível ver um bebé crescer rumo a uma identidade única, a um padrão verdadeiramente único do que gosta, do quenão gosta, do que é e do que não é.Acredito que a vida tenha um sentido qualquer, essencialmente o sentido que lhedermos ou que soubermos ver nessa vida que nos vai acontecendo. De facto, pouco escrevi para lá do que publiquei no blog. Por muitos inúmeros motivos, alguns públicos e objectivos, outros íntimos e subjectivos, não continuei nem a publicar o que ia escrevendo, nem tão pouco a escrever. Como disse, tenho apenas dois ou três textos "não publicados" sobre o meu filhote.Mas o que me interessa realmente é que um dia o meu filho possa ler as minhas palavras e compreender-me assim numa dimensão de "pai" que dificilmente lhe poderei transmitir de outra forma. Acho que a tirar alguma "lição" do que escrevi resumir-me-ia a duas ideias: por um lado, fui dos primeiros pais a escrever em língua portuguesa sobre a paternidade, sinto-me bem com isso, sinto que ajudei ou influência uma série enorme de homens a escrever; por outro lado, compreendi a importância de dizer a um filho que o amamos, a não termos vergonha ou reservas em demonstrar o nosso amor pelos filhos, o que ésempre um pouco complicado numa sociedade cada vez menos emotiva, onde aspessoas se treinam cada vez mais e melhor para não revelar emoções, paraesconder sentimentos, ou para não sentir mesmo, nada.Talvez agora seja eu quem anda a deambular pelos seus próprios devaneios :-)
Gostei do teu mail. Diz à tua filhota que a amas, diz sempre que possas e sempre que não possas, diz-lhe que a amas quando ela está a dormir e quando está a acordada - é isso que é importante. E nunca deixes para depois o carinho e o amor que lhe podes dar agora. Conselho de pai :-) Eu costumava pensar que todos somos os pais e mães perfeitos enquanto não temos filhos. Depois disso é que desaparece a perfeição! :-)
Por isso, é mesmo aproveitar os momentos, todos, que passam sempre tão rápido e que tão poucas memórias deixam. Nos filhos não dá mesmo para adiar para depois tudo o que podemos viver agora! :-)
Feliz Dia da Criança a todas as mamãs e seus rebentos, desculpem o texto ser tão comprido, mas não pude deixar de partilhar...

17 comentários:

Bia disse...

Feliz dia da criança, para todas as crianças, hoje e sempre.
Bom fim de semana, Jinhos

Bia disse...

não peças desculpa, adorei ler o teu post de hoje, lindo!
E Linda a tua filhota!
Jinhos

Ana & Bárbara disse...

Um beijinhos mt grande para vcs, neste dia lindo da criança....

Bjs e bom fds

Ana Luísa disse...

A Laura está tão bonita :)
Adorei o texto!
Feliz Dia da Criança para vocês.
Também vos vou linkar :)
Beijinhos e bom fim-de-semana.

Fatima disse...

Não pude deixar de comentar este lindo post, obrigada por partilhares!
Feliz Dia da Criança

Um Beijos Enorme para voces e bom fim-de-semana!!!

Cláudia disse...

Lindo!!!!
Sem palavras...

Feliz dia da Criança

Princesa madalena disse...

Realmente este pai escreve deliciosamente bem, saindo daqui vou já já ao blog dele :)Sim devemos dizer o quanto ama-mos não só os nossos filhos, mas principalmente os nossos filhos.

Feliz dia da criança

Tânia disse...

Lindo!! Um feliz dia,queridas!

Sandra e Amaro disse...

Realmnete ambos têm textos fantásticos, por isso parabens aos dois e já agora um feliz dia d acriança atrasado....

Jocas grandes

Sonia&Mi disse...

:)))
que lindo.

Quicas disse...

O sorriso da Laura é contagiante.

:-)

beijocas

Mamã trintona disse...

Bigada por partilhares esses mails connosco. Adorei as palavras desse pai. É pena que nem todos tenham a "coragem" de mostrar o quanto amam os filhos.
Sorri quando ele diz: "E nunca deixes para depois o carinho e o amor que lhe podes dar agora" porque é o que faço sempre. Daqui a pouco, antes de me deitar, vou ao quarto do piolhito para o aconchegar e dar-lhe mais um beijinho (mentalmente) de boa noite (já é um ritual).
Joquinhas gandes e resto de bom fim de semana
Sofia

Tânia disse...

Caraças, tive saudades tuas hoje

docinho disse...

Lindo... ela... linda!!!!

Beijos infantis

aguas.reis disse...

Não á palavras,simplesmente lindo!!!
Adorei esta troca de palavras entre 2 pais que adoram o seu filhos; só sendo mãe é que compreendo esta dimensão deste amor ,todos os dias digo á Rita que amo e faço-o várias x por dia!!!
A laura tem os dentinhos parecidos com os da Rita,está linda!

Beijinhos
Carla

Luz de Estrelas disse...

Pena não ter continuado, com frequência. Escreve um post por ano. Já conheço o blog desde o primeiro, ainda estava grávida, depois mudou o endereço. Todos os dias ia lá, à espera de novidades. Era (é) um maravilhoso contributo.

Cristina disse...

Não conhecia. Fui lá espreitar. Vou ver se consigo ler alguma coisa. Mas gosto muito da vertente pai a escrever...

Bjos

Cristina